O Sindicato dos Professores da Região dos Lagos convoca os docentes da educação básica das escolas particulares de Cabo Frio, Arraial do Cabo, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia para discutir em assembleia, dia 15, às 16h, na sede do sindicato, em Cabo Frio (Avenida Julia Kubitscheck, nº 35, sala, nº 325, no Parque Riviera), a proposta de Convenção Coletiva de Trabalho com o Sinepe-RJ (sindicato dos donos de escolas) que concede reajuste de 5% e mantém as cláusulas sociais, incluindo a fundamental bolsa escola para os filhos dos docentes.

Atenção: a assembleia do dia 15 começa às 16h, em primeira chamada, e às 16h30, em segunda e última chamada.

O Sinpro Lagos e a Feteerj (Federação dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino no Estado do Rio de Janeiro), além dos demais Sindicatos dos Professores de todo o estado realizaram, no dia 7, a última reunião paritária relativa à Campanha Salarial 2019 com os representantes do Sinepe-RJ (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado do Rio de Janeiro). Nesta reunião, na sede do Sinepe-RJ, em Niterói, foi fechado o acordo para a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2019/2020 para os professores da Educação Básica que trabalham nas escolas particulares. Agora os sindicatos retornam à categoria para discutir e aprovar a CCT, como é o caso do Sinpro Lagos.

Com a renovação desta CCT, os salários serão reajustados em 5% (data base em maio) e foram mantidas todas as cláusulas sociais, incluindo a fundamental bolsa para os filhos dos docentes; tratando-se, portanto, de uma grande conquista da categoria e de seus sindicatos representativos.

Para o Sinpro Lagos e demais sindicatos e Feteerj, a renovação desta CCT é o passo final do processo de negociação, iniciado em abril, visando a elaboração e aprovação de uma convenção coletiva de trabalho 2019/2020 unificada, na sua essência, considerando as diferenças regionais.

Neste link, a matéria no site da Feteerj mostrando quais os demais municípios contemplados pela CCT.

O Sinpro Lagos, a Feteerj e demais Sindicatos Filiados reafirmam a importância da assinatura do acordo, tendo em vista a grave situação econômico-social que vivemos, com enorme perda de direitos trabalhistas e sociais e ataques desmesurados à educação – aos professores e professoras, reiteramos que é fundamental que todos fortaleçam seus sindicatos, se filiando às entidades e participando das nossas mobilizações. Principalmente agora que estamos em plena luta contra a reforma da previdência, que atinge, em cheio, o magistério.

Professor, contate o Sindicato dos Professores de sua região.

Open chat