Enquanto as elites política e jurídica continuam legislando em causa própria e aumentando seus próprios salários, resta à maioria dos brasileiros e das brasileiras o desalento, o desemprego, salários baixos, preços do gás de cozinha subindo tanto que muitos foram obrigados a voltar a cozinhar como antigamente, quando só existam fogões a lenha. E ainda são ameaçados com a política de privatização do governo Michel Temer (MDB-SP), que quer vender o patrimônio nacional, aumentando ainda mais o desemprego.

É contra esses retrocessos sociais e trabalhistas que a CUT e demais centrais e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, que reúnem centenas de movimentos populares, vão às ruas de todo o País, nesta sexta-feira (10), para protestar. É dia de dizer basta de desemprego, basta de retirada de direitos, basta de aumento nos preços do gás de cozinha e combustíveis e basta de privatizações!

A Feteerj e os Sindicatos filiados vão participar! Todas as categorias profissionais e todos os movimentos sociais têm várias razões para estarem nas ruas, nesta sexta, contra a retirada de direitos e pela melhoria da qualidade de vida.

Veja algumas manifestações marcadas em nosso estado:

Rio de Janeiro (capital): às 16h, ato unificado na praça XV;

Campos – ato às 16h, no calçadão;

Macaé – ato às 17h, na Praça Ver. de Mello;

Caxias – às 6h30 tem ato no Sindpetro, na porta da Reduc;

Angra – às 7h45, ato no Porto de Angra – Microfone aberto FASAR.

Open chat